segunda-feira, 25 de abril de 2011

Feliz Páscoa

 
Bem hoje é Domingo de Páscoa, desejo-vos a todos uma Feliz e Santa Páscoa, para vocês e para os vossos familiares. Espero que tenha sido um dia bom para vocês. O meu foi um Bom dia, apesar de a minha Páscoa ser só amanh , hoje foi passada em casa de tios meus. 




Normalmente este dia era passado em casa dos meus avós maternos, mas com a morte da minha avó , deixou de acontecer tal reunião familiar, o que passa a ser mais um dia para lembrar a falta que a minha avó faz, e as saudades que aparecem quando me relembro dela. Cada dia que me lembro dela, é algo muito difícil, tento sempre recordá-la com um sorriso mas às vezes é dificil.
 Na sexta- feira passada, feirado, foi mais um dia para me lembrar dela, foi a casa dela, visitar o meu avô, com a minha irmã, o meu cunhado e o meu afilhado, e vi bem nos olhos da minha irmã e do meu avô o esforço que eles faziam para aquelas lágrimas não lhe caírem pelo rosto abaixo, até que o meu afilhado me disse que queria ver a casa, eu fui lhe mostrar, e quando cheguei à entrada do quarto do meu avô, não queria entrar lá, porque senti um enorme arrepio na espinha, já não entrava lá a muito tempo, desde a sua entrada no hospital, custou-me tanto entrar lá, e ver fotografias da minha avó, custou-me entrar no quarto que agora está vazio, quarto esse em que dormi muitas vezes, sempre que ia para casa dos meus avós passar férias, imensas as recordações que tenho daquele quarto, em que dormia ou com a minha irmã ou com primas. Tinha lá imensas fotografias ao olhar para elas, começaram-me a cair as lágrimas, eu tentava disfarçar para o meu afilhado não se aperceber, mas quando cheguei á sala, e vi aquele sofá em que a minha querida avó estava sempre sentada, e vi mais e mais fotografias, não consegui, sentei-me lá ,a olhar para a fotografia de 50 anos de casado dos meus avós com os netos todos, e as lágrimas escorriam-me pela cara, sempre que limpava uma caía outra, e com já não conseguia disfarçar o meu afilhado quando se apercebeu, uma criança de apenas 2 anos diz-me quase a chorar " oh joaninha não chores, sim? porque estas a chorar?" e agarrou-se a mim. Soube-me tão bem um abraço daquele pequenino,que é a minha alegria e depois ele perguntou-me quem eram as pessoas que estavam na fotografia, e eu lá disse tudo, até que quando chegou a vez de dizer, que aquela era a avó maria, ele perguntou por ela, e eu disse-lhe " a avó esta no céu" e  ele ficou muito sério a olhar para mim. E depois vi lá um carrinho que eu costumava brincar com ele , quando ia para lá e fiquei a vê-lo a brincar com o carrinho e a pensar, que a minha avó iria adorar ter conhecido o pequenino, depois limpei as lágrimas, e fui para a cozinha para a beira deles, e o meu avô sempre a falar do Gonçalo e ficou encantado com o miúdo e disse que ele era muito bonito, e sempre a elogiar o miúdo, que tínhamos de ir lá mais vezes, o meu avô viu-o com o meu carrinho na mão e disse-lhe " oh menino pergunta a tua madrinha se podes ficar com isso para ti." , ele olhou para mim e eu abanei a cabeça como se estivesse a dizer que sim e ele ficou todo contente, via na minha irmã que ela estava tão contente mas ao mesmo tempo com vontade de chorar. E depois o meu avó foi buscar uma fotografia antiga de mim e da minha irmã com eles que tinha guaradado e disse ao Gonçalo " leva isto e guarda no teu quarto, está aqui a avó , eu , a tua mãe e a tua irmã" eu nem sequer me lembrava daquela foto , eu na fotografia tinha para ai 2 anos e  a minha irma tinha 11 anos, e depois de tudo isso, prometemos que iriamos lá mais vezes , e que ele tinha de vir a nossa casa. Soube tão bem estar naquela casa, e ver todos os cantos onde passei a minha infância.
E pronto  foi mais uma época festiva, para relembrar a minha querida avó e saber que ela continua bem presente na minha memória.
Avó onde quer que estejas , um Amo-te que nunca te disse




(desculpem a demora a desejar-vos Boa Páscoa, mas não tive tempo de vir a net)

31 comentários:

  1. Menina, não deves chorar ao recordar esses bons momentos. Deves sim sorrir, porque é assim que a tua avó gosta de te ver. Com o teu belo sorriso no rosto! *.*

    Beijinhos :) *

    ResponderEliminar
  2. obg linda, muita força :s percebo a tua dor, acredita...
    tu é que escreves mesmo bem, nao há comparação o: siiiiigo, com muito gosto *

    ResponderEliminar
  3. Obrigado ! :)
    A minha Páscoa também é amanhã, quer dizer, hoje! :)

    ResponderEliminar
  4. Boa Páscoa...

    :) Continua a recordar-te desses bons momentos, só tu podes ter o poder de ela continuar viva dentro de ti.. :)...

    Maior Força...

    ResponderEliminar
  5. obgda Joana.
    Força* concordo com o Joao

    ResponderEliminar
  6. já somos duas que ficámos sem palavras ;$
    força, querida.

    ResponderEliminar
  7. Compreendo esses sentimentos, guardo sentimentos semelhantes perante o meu avô materno que faleceu há 12 anos. Onde quer que a tua avó esteja, estará certamente orgulhosa da família que cresceu e vive mais unida. :)
    Boa Páscoa linda!

    ResponderEliminar
  8. . ainda bem (: estava mesmo com receio que não gostassem desta nova história, mas ainda bem que está a correr tudo bem ;b

    ResponderEliminar
  9. pois é! muito obrigada, e espero que tenhas tido uma páscoa feliz :)

    ResponderEliminar
  10. sei bem que sentimento é esse :/ passo por isso muitos e muitos dias mas no meu caso foi a perda da mae ;/ o melhor que devemos fazer é aproveitar essas boas pessoas que temos (: Avó, mae, pai, avô e todos os outros e o mais importante, nunca odiar apenas amar,amar e amar! nada é para sempre, qualquer coisa só dizer estamos todos aqui para nos ajudarmos seja no que for. ^^

    ResponderEliminar
  11. Obrigada querida por esperares :)
    já venho muito melhor*

    ResponderEliminar
  12. Perdi grande parte da minha família já... Morte não é nada fácil de lidar. Seu sentimento ao escrever, apesar de triste é lindo e sincero. Espero que não se incomode, mas estarei seguindo o seu blog. Meus pesames...

    ResponderEliminar
  13. meu amor, obrigada, obrigada, obrigada, mil vezes! <3

    ResponderEliminar
  14. Obrigada querida.
    O teu texto esta' lindo, força*

    ResponderEliminar
  15. . penso que o facto de ter partes veridicas ajuda a que muita gente se identifique com as personagens (:

    ResponderEliminar
  16. claro, temos de lutar pela nossa felicidade :)

    ResponderEliminar
  17. Olá :) Li o teu texto e eu compreendo-te. A minha avó também era uma pessoa com quem eu convivia muito e nota-se mais a falta em datas especiais...só tenho a dizer que tens de ultrapassar essa ausência e que ela estará sempre contigo mas não a consegues ver :) um beijinho!

    ResponderEliminar
  18. oh, obrigada pelo apoio $$: não está assim nada de especial ;p

    ResponderEliminar
  19. Obrigada querida :)

    Força.

    Bjs,
    Su*

    ResponderEliminar
  20. Olá! Tenho um prémio para ti no meu blog! http://ikeepthewolfatthedoor.blogspot.com/p/selosselo-oficial.html é o último! :D

    ResponderEliminar
  21. bem joana, o tempo tem sido tudo menos muito e o blog infelizmente teve de deixar de ser uma prioridade...
    quando tinha tempo era a falta de imaginação que se instalava e então pronto... estive ausente. mas quero voltar ao blog porque já tinha saudades de tudo isto (:
    ... incluindo dos teus comentários claro! já há algum tempo que não falávamos |:
    espero que esteja tudo a correr super bem por aí pois tu mereces *
    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. quero ler esse post então ;p
    muitas amigas minhas andam nisso no porto. deve ser demais *
    vais deixar de ser caloira? que fixe, deves estar mesmo ansiosa (:
    espero que corra tudo bem querida! por aqui está tudo, vou estudando para os testes para ver se acabo este ano com boa média (:
    beijinhos, gosto muito de ti *

    ResponderEliminar

Obrigado pelo teu comentário :)