domingo, 13 de março de 2011

....

Tenho uma tremenda vontade de gritar o Mundo… Não sei até que ponto chegaria… Será que alguém me ouviria? Claro que sim, seria impossível não o fazer, mas alguém me entenderia?
O tempo é cruel e as pessoas ainda mais. Tendo vindo a aprender isto cada vez mais e (in)felizmente há muito que me deixei de sentimentos partilhados. Tenho aprendido da pior maneira possível: através da convivência com animais que um dia alguém apelidou de Humanos. Dizem que estes são racionais, característica essa que os distingue de qualquer outro. Pergunto-me se haverá disso à venda em algum recanto ilegal pois seria o seu primeiro e mais fiel cliente. Afinal, não somos menos animais que qualquer outro. Somos apenas o que fizeram de nós…

Não sei o que quero nem para onde vou. Porquê? Porque nem a mim própria me conheço… Não sei quem sou, nem tenho a certeza de o querer saber. Desiludir-me com os que me rodeiam já se tornou rotina mas não sei até que ponto seria a minha reacção ao desiludir-me comigo própria…

Hoje queria mostrar-te tudo o que quero dizer,  mas as palavras não saem.
Deixo-te o silencio… Às vezes diz-nos mais do que qualquer ruído sussurrado.



24 comentários:

  1. Mais um bonito texto com o qual me identifico! :) Escreves muito bem, mas já deves saber disso :p
    E não te preocupes que um dia haverás de conseguir mostrar aquilo que queres dizer.. acredita! ;)

    Beijinhos menina *

    ResponderEliminar
  2. Um lindo texto! De facto o tempo pode ser muito cruel, afastando-nos ou tirando-nos mesmo pessoas importantes. Mas as pessoas ainda conseguem ser piores, mesmo. :S

    ResponderEliminar
  3. Há dias em que nos sentimos assim, como uma crise existencial. Mas eu gostei do texto. identifico-me.

    Agradeço pelo comentário, querida *

    ResponderEliminar
  4. Minha linda estou aqui para tudo, tudo mesmo. E sabes, acredito que ninguém se conheça a si proprio, e isso é bom. A vida é uma constante descoberta quem diz que se conhece como a palma da mao, mente. pois as nossas atitudes dependem das situaçoes que nos enfrentamos.
    O importante e que nunca te deixes ir abaixo, mas também se fores eu estarei aqui para te levantar. Tu tens sido muito importante para mim, tens sempre uma palavra amiga, ai tu enches me o coração querida. Obrigada por tudo do fundo do coração. Ainda bem que te orgulhas de mim, a ultima coisa que quero é deixarte ficar mal, tens sido um anjo. Obrigada minha querida ♥

    ResponderEliminar

  5. Muito obrigado querida, e...
    Parabéns atrasados **

    ResponderEliminar
  6. Amei o texto querida.
    E quanto a essa "crise emocional" ou "existencial", acredita que isso passa. :)
    Afinal, quantos de nós já não souberam o que queriam, para onde iam ou até mesmo o que sentiam?!
    Eu falo por mim. ^^
    E apesar de tudo, nunca te desiludas contigo própria. Todos temos defeitos, todos cometemos erros. E mais: "Se eu não gostar de mim, quem gostará?!".
    Vais ver que tudo se resolve princesa. :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Amei teu blog gostei tanto que resolvi ficar ja estou te seguindo e sempre estarei por aqui a ler e comentar bjos de boa semana.

    ResponderEliminar
  8. obrigada princesinha, força para ti também !
    está lindo, e é verdade, o silêncio diz-nos mais que as próprias palavras !

    ResponderEliminar
  9. obrigada :)
    Adoro o teu texto cheio de sentimento :)

    ResponderEliminar
  10. Tens razão sim, ás vezes pregam-nos partidas, infelizmente.
    ___________________________________
    Grita, eu grito ctg... axo que ás vezes é preciso :P

    ResponderEliminar
  11. Muito obrigado, mesmoo :$

    Adoro o texto e força, há humanos que não merecem essa designação, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  12. que linda *.*
    obrigado pelas palavras de força, de conforto.
    beijinhos $:

    ResponderEliminar

Obrigado pelo teu comentário :)